A consciência liberta

TRANQUILIZE

A estrutura poderosa da autonomia


Autoconhecimento

O autoconhecimento te dá direcionamento, te mostra o caminho que ressoa com você, com seus desejos e ambições. Através dele você entende seus medos, anseios, forças, qualidades, fraquezas e tudo que você está!


AUTODESENVOLVIMENTO

O autodesenvolvimento é a aplicação de tudo que você viu e tomou consciência no processo do autoconhecimento. No final, a sua função mais importante, é integrar-se com o autoconhecimento e a autorresponsabilidade, como uma ponte que conecta dois lados separados por um rio, para que você caminhe com as próprias pernas!


AUTORRESPONSABILIDADE

A autorresponsabilidade te lembra o tempo todo que é você quem deve e decidi agir para seguir o caminho que ressoa com você, que é sua responsabilidade os resultados que alcança e os que não alcança, que é você quem escolhe as suas batalhas e também se luta ou se joga a toalha!

AUTONOMIA: HABILIDADE DE REGER-SE PELAS PRÓPRIAS LEIS


TRANQUILIZE-SE!

Ter uma carreira de sucesso, comprar uma casa, casar-se, ter filhos antes dos 40, ser uma filha(o) presente, estar sempre disposta(o) a ajudar o outro, ser um bom amigo, não esquecer aniversários, ter um trabalho paralelo, trabalhar com o que ama e ainda ficar rica(o) antes dos 35.

Você já se sentiu pressionada(o) por uma – ou muitas – dessas pressões, né?
Pois saiba que você não está só. Nós já vivemos isso na pele e, ao longo desses anos dedicados a aprender e ensinar pessoas a viverem uma vida autônoma, nós conhecemos milhares de histórias como essas, de pessoas que vivem sob a pressão de serem, conquistarem e provarem ao Mundo, à sociedade e às suas famílias algo que sequer faz sentido pra elas.

Existem muitas formas de viver. Há quem diga que o caminho da vida de sucesso é a produtividade extrema, da alta performance. Há quem pregue que você só “chegará lá” se trabalhar incessantemente, dia após dia, até que – em tese – alcance uma vida digna. Há também quem acredite que a felicidade é um lugar que você chega depois de muito sofrer e se sacrificar ao longo de toda uma jornada. Ainda tem aqueles que afirmem que é o sofrimento (e somente ele!) que te faz crescer e que sem sofrer você não tem como evoluir e ter uma vida bem sucedida.

No TRANQUILIZE o papo é diferente.

Nossa missão é te ensinar a viver a vida com entusiasmo e consciência.


Últimos posts do blog

Sobre o abuso infantil

“Ele é de minha inteira confiança!” É essa a afirmação que uma menina que relata o abuso sofrido dentro de sua casa pode receber das pessoas que deveriam ser suas maiores defensoras. Para contextualizar, No dia 26 de julho de 2021, enquanto passava pelos poucos stories que ainda acompanho diariamente no Instagram, me deparei com…

Leia mais

Você tem medo de dar certo?

Todos nós sentimos o tal do medo. Medo de barata, medo de morrer, medo de perder as pessoas que amamos, medo de montanha russa… O medo é uma emoção natural (e muito bem vinda, por sinal!) que ajudou nossos ancestrais a não se meterem em situações de altíssimo risco e, por isso, estamos aqui hoje!…

Leia mais

O que dizem nossos clientes


“Se prepare para uma transformação, e se entregue tanto quanto a Paula e o Rodolfo se entregam para os mentorados”

Rafaela Guio


“O Autoconhecimento descomplicado superou todas as minhas expectativas. Eu senti como se fosse uma “Autoterapia”. Eles deram nas minhas mãos as ferramentas de que eu preciso para olhar para mim”

— Marcella Moderoso


“Aulas e encontros incríveis com uma sensação de final de tarde com os amigos, com quem você pode contar seus problemas e o mais importante ouvir, aprender e saber que você não está sozinho nessa caminhada”

— Rodolfo Medeiros


“Aprendi muito com a mentoria e sinto que estou pronta para continuar a minha jornada de uma forma muito mais simples, leve e consciente”

Hevelyn Duarte



“Eu não tenho palavras para descrever a qualidade dessa mentoria e o tamanho do crescimento e consciência que ela me trouxe. Aprendi conceitos sobre o equilíbrio emocional que me fez ter mais clareza sobre o meu comportamento e assim ter mais controle sobre ele.”

— Nathalia Zillig



“Confesso que por ser tímido, achei que não evoluiria na mentoria, porém, a receptividade e reciprocidade dos mentores é enorme e me fez passar pelos encontros de maneira muito leve.”

— Adelton Sampaio